Recorde de acesso em:
09/05/2011
é de 923
Total Visitas Únicas: 2.780.234
Visitas Únicas Hoje: 355
Usuários Online: 68
Sistema de Busca
Documento sem título

Newsletter Espacomaria
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Orações









Visto: 1158 - Impresso: 45 - Enviado: 27 - Salvo em Word: 10
Postado em: 03/10/09 às 20:46:41 por: James
Categoria: Orações
Link: http://www.espacomaria.com.br/?cat=2&id=759
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Orações

Como se apresentava depois da oração...


 

No dia 04 de outubro celebramos São Francisco de Assis. Vejamos alguns comentários sobre sua vida de oração, escritos por Tomás de Celano:


Quando voltava de suas orações particulares, em que se transformava quase num outro homem, esforçava-se muito para se assemelhar aos demais, não aparecendo inflamado, para que não viesse a perder pela fama pública o que tinha lucrado pela oração. Muitas vezes dizia a seus mais íntimos: “Quando o servo de Deus, na oração, é visitado pelo Senhor por alguma nova consolação, antes de sair da oração deve levantar os olhos para o céu e dizer ao Senhor de mãos postas: Senhor a mim, que sou pecador e indigno, mandaste do Céu esta consolação e esta doçura. Senhor, eu as devolvo, para que as guardes para mim, porque sou um ladrão de teu tesouro”. E ainda: Senhor, tira-me o teu dom neste mundo e guarda-o para o futuro”.

Dizia o Santo: “Assim é que se deve fazer: Quando sair da oração deve mostrar-se aos outros tão pobrezinho e pecador como se não tivesse conseguido nenhuma graça nova”. E explicava: “Pode acontecer que, por uma pequena recompensa, a pessoa perca um bem de valor incalculável e leve com facilidade aquele que o deu a não dar mais”. Tinha o costume de se levantar para rezar tão disfarçada e quietamente, que nenhum dos companheiros percebia que se havia levantado ou que estava rezando. Mas, à noite, quando ia para a cama, fazia muito ruído para todo mundo saber que tinha ido deitar.

De sua devoção a Nossa Senhora, a quem consagrou particularmente a Ordem

Envolvia com um amor indizível a Mãe de Jesus, porque gerou nosso irmão, o Senhor da Majestade. Cantava-lhe louvores especiais, derramava orações, oferecia afetos, tantos e tais que a língua humana nem pode exprimir. Mas, o que mais nos alegra é que a constituiu Advogada da Ordem, submetendo às suas asas os filhos que ele estava para deixar para serem sustentados e protegidos até o fim. Eia advogada dos pobres realiza em nós teu ofício protetor, até o tempo que foi predeterminado pelo Pai!






Tomás de Celano – Segunda vida de São Francisco
Fontes Franciscanas



       





Postado por: James - www.espacomaria.com.br em: 03/10/09 às 20:46:41 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacomaria.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES