Recorde de acesso em:
09/05/2011
é de 923
Total Visitas Únicas: 2.747.290
Visitas Únicas Hoje: 308
Usuários Online: 58
Sistema de Busca
Documento sem título

Newsletter Espacomaria
Receba nossas atualizações diretamente no seu Email - Grátis!
 

Artigos









Visto: 893 - Impresso: 31 - Enviado: 19 - Salvo em Word: 4
Postado em: 05/01/10 às 12:03:12 por: James
Categoria: Artigos
Link: http://www.espacomaria.com.br/?cat=8&id=1495
Marcado como: Artigo Simples
Ver todos os artigos desta Categoria: Artigos

O Cardeal Ivan Dias, realçou a atualidade da mensagem de Nossa Senhora num mundo “espiritualmente doente”.
“Hoje, o ateísmo teórico do comunismo deu lugar ao ateísmo prático do consumismo. Estamos no meio de um combate espiritual, entre o bem e o mal”, declarou.De acordo com o prelado, todos os dias os acontecimentos do mundo nos provam que é preciso continuar a rezar pela paz e pela conversão dos pecadores, tal como pediu Nossa Senhora de Fátima. “Mais do que nunca, aumentam o pecado e os pecadores, porque o mal se apresenta como bem”, referiu.

“No mundo de hoje há guerras, não só entre nações, mas entre os habitantes de uma mesma nação, nas próprias famílias e, sobretudo, no íntimo dos corações”, apontou.
Na homilia da Eucaristia com que se encerrou a Peregrinação de Outubro, o Cardeal criticou “os atentados contra a vida”, apontando o dedo à pratica do aborto, da eutanásia e da legalização das uniões homossexuais.

D. Ivan Dias alertou ainda para as ideologias, como a “New Age”, os cultos satânicos ou o terrorismo internacional, que “negam a existência de Deus e exaltam o culto do corpo humano”, e criticou “a arrogância de comportar-se como se Deus não existisse ou fosse irrelevante na vida do homem”.

O Cardeal referiu que há demasiada distração no mundo e muitas faltas ao dever cristão, um tema que hoje retomou. "Por isso, crescem no mundo inteiro - e infelizmente ainda no meio dos cristãos - as doenças corporais e espirituais, o desequilíbrio social, aumentam os casos de psicopatia, os suicídios, e as famílias desfeitas com pais divorciados", considerou.

Na sua opinião, trata-se de uma "consequência bem natural, pois quando fechamos a porta do nosso coração a Deus, fechamo-nos em nós mesmos numa escuridão de desespero e solidão".

D. Ivan Dias recordou o trabalho de uma notável mulher de Igreja, referindo que “a bem-aventurada Madre Teresa de Calcutá dizia que a tragédia do nosso tempo é que nós estamos tão ocupados e preocupados em fazer uma carreira, acumular dinheiro, chegar a posições de honra e poder, que nesta confusão faltamos ao dever de amar a Deus e ao nosso próximo”.
“Os pais não têm tempo para dedicar aos próprios filhos, marido e mulher não cuidam um do outro, famílias não têm tempo para Deus", disse.

Fonte: Agência Ecclesia

----------------------------------------------------------------

Lembrando...

Mensagem de N.S.Fátima permanece viva em época de crise de valores, diz bispo

28.03.2007 - O bispo de Leiria-Fátima, Antonio Marto, afirmou hoje que a mensagem de Nossa Senhora de Fátima permanece atual em um período de "eclipse cultural de Deus" e crise de valores, que a irmã Lúcia combateu desde que nasceu, há 100 anos.

Durante a homilia da eucaristia comemorativa do centenário do nascimento de um dos pastores para os quais Nossa Senhora apareceu, em 1917, o bispo opinou que a religiosa foi um modelo do cumprimento da missão da Igreja de divulgar a fé em Cristo "em um mundo que tem tantas dificuldades em compreendê-lo".

Marto assegurou que os livros escritos pela irmã Lúcia sobre as aparições e a mensagem de Fátima são palavras "atuais em um momento no qual o Ocidente assiste a uma crise de Deus".

O bispo considerou que a vida de Lúcia constitui um "admirável dom de Deus à Igreja e ao mundo" e representa uma "mensagem de alerta e, ao mesmo tempo, de promessa de reconciliação e de paz".

Marto disse que as memórias de Lúcia é um convite a "reconhecer o poder imenso do amor no tempo presente, cheio de incertezas, temores e atentados à vida humana".

Durante a eucaristia, foram colocadas flores junto aos túmulos dos três pastores, que estão sepultados dentro da Basílica do Santuário, com a presença de cerca de 800 fiéis, que lotaram o recinto.

Na cerimônia foram lidas notas biográficas da irmã Lúcia e se rezou um rosário na Capelinha das Aparições, construída no mesmo lugar onde Nossa Senhora apareceu às três crianças.

Lúcia de Jesus dos Santos nasceu em 28 de março de 1907 em Aljustrel. Ela contava que tinha sido a única dos três crianças a escutar as palavras da Virgem Maria no local conhecido como Cova da Iria, onde hoje está o Santuário de Fátima, um dos lugares mais visitados de Portugal.

Irmã Lúcia morreu em 13 de fevereiro de 2005, enquanto seus primos faleceram ainda crianças e foram beatificados pelo Papa João Paulo II em 13 de maio de 2000.

Fonte; Terra notícias

------------------------------------------------------------------

Em manuscrito inédito, Papa Pio XII escreveu que assistiu ao milagre do sol que dança

29.02.2008 - Roma - O Papa Pio XII (1939-1958) escreveu que em 1950, enquanto passeava pelos jardins do Vaticano, e um dia antes de proclamar o dogma mariano da Assunção, assistiu ao "milagre" do "sol que dança", o mesmo fenômeno que a Igreja Católica diz ter acontecido após as aparições de Nossa Senhora de Fátima.

A declaração foi publicada hoje no diário italiano "Il Giornale", que cita um manuscrito inédito de Pio XII, no qual o Pontífice explica que considerou o episódio "uma confirmação celestial" à proclamação do dogma mariano da Assunção, no dia 1º de novembro de 1950.

O chamado "milagre do sol que dança", segundo explica a Igreja Católica, aconteceu em 1917 após as aparições de Nossa Senhora aos pastores de Fátima (Portugal), já que tinha prometido às crianças um sinal para que todos pudessem acreditar.

As pessoas que foram ao local, onde os três primos diziam ter visto Nossa Senhora, asseguraram que viram o sol que se movimentava e "dançava" diante deles.

"Em um certo momento, olhei para o céu e fui surpreendido perante um fenômeno que nunca tinha visto. O sol, que já estava alto, me apareceu como um globo opaco, amarelado, rodeado de um círculo luminoso mas que não me impedia de olhá-lo atentamente", escreveu o Papa Eugenio Pacelli.

Pio XII explicou ainda como viu o globo opaco girando em torno dele mesmo, movimentando-se ligeiramente para a direita e para a esquerda, repetidamente.

Essa confissão, escreve o jornal, está escrita a lápis na parte de trás de uma folha, e foi feita no último período de sua vida.

O documento, inédito, será exposto em uma exposição que o Vaticano dedicará a Pio XII em novembro, quando se cumprirão os 50 anos de sua morte.





       





Postado por: James - www.espacomaria.com.br em: 05/01/10 às 12:03:12 h.


Saiba como contribuir com nosso site:

1) O vídeo não abre? O arquivo não baixa? Existe algum erro neste artigo? Clique aqui!   [ Leia + ]

2) - Receba diariamente os artigos do nosso site em seu e-mail. Cadastre-se Aqui! é grátis!
 
3) - Ajude nossos irmãos a crescerem na fé, envie seu artigo, testemunho, foto ou curiosidade. Envie por aqui!

4) - Ajude a manter este site no ar, para fazer doações clique no botão abaixo.




LEIA TAMBÉM











Copyright 2006 - 2015 - www.espacomaria.com.br - Todos os Direitos Reservados - Santarém - Pará - Brasil
Desenvolvido por: ESPACOJAMES